segunda-feira, 25 de abril de 2016

40 MANEIRAS DE USAR O CELULAR EM SALA DE AULA PARA APRENDER



Ironias da vida. Depois de anos lutando para evitar o uso de celular em sala de aula, as novas tendências educacionais apontam precisamente na direção oposta.

O celular, tão utilizado hoje em dia em função das mensagens instantâneas, como o WhatsApp, e das redes sociais, como o Facebook, pode ser, no entanto, muito mais versátil e funcional no que diz respeito à educação do que se pode imaginar.

Os defensores do uso da tecnologia em sala de aula sabem, no entanto, que o uso de dispositivos móveis mais vale como aliado aos estudos e ao aprendizado do que como substituto de métodos tradicionais de ensino.

O uso indiscriminado de celular em sala de aula não é tendência mas, sim, sua combinação com o método de ensino do professor para, não apenas dinamizar a aula mas, principalmente, diminuir ainda mais a distância entre professores e a nova geração de estudantes. Por isso, para levar adiante o uso responsável do celular por parte dos alunos, é fundamental estabelecer regras e limites.

Sendo assim, reunimos neste artigo um guia com as 40 funções do celular em sala de aula.




1. Para consultar informação: provavelmente o mais comum de todos os usos. Estudantes e professores podem consultar dados específico em segundos. Isto pode ser muito útil, tanto durante as explicações, quanto durante a realização de um trabalho.


2. Para tirar fotos: que podem servir de ilustração para trabalhos e apresentações.


3. Para fazer vídeos: Semelhante ao anterior. Por exemplo, pode-se gravar experimentos e posteriormente incluí-los em trabalhos e projetos.

4. Para realizar testes: Este é, provavelmente, uma das utilidades mais interessantes do celular em sala de aula. Durante a aula, os alunos podem realizar confortavelmente a partir do celular pequenos testes e simulados previamente criados pelo professor. Desta forma, o professor pode obter em tempo real informações sobre o conhecimento de seus alunos e a eficácia da sua explicação. Quer colocar essa técnica em prática? CLIQUE AQUI

5. Para ler notícias: Muitos professores incluem notícias e atualidades como parte da aula (por exemplo, Economia e Política). O celular é um aliado nessa tarefa.

6. Como dicionário: Existem apps de dicionários que permitem tirar qualquer dúvida instantaneamente.

7. Como tradutor: Similar ao anterior.

8. Como agenda: Alguns aplicativos permitem sincronizar agendas entre alunos e professor.

9. Para anotações: A inspiração não vem sempre quando queremos. Assim, o celular nos permite escrever e anotar ideias a qualquer momento.

10. Para ouvir música: Alguns estilos de música são benéficos para se estudar, produzindo relaxamento e concentração, além de serem funcionais quando se está estudando uma nova língua. E você não precisa armazenar músicas se usar serviços como o Spotify ou 8tracks.


11. Para ver fotos e imagens: Como você sabe, uma imagem vale mais que mil palavras. Por isso, em alguns casos, os alunos possam entender melhor a lição acessando fotos e imagens relacionadas com uma explicação.

12. Para revisar antes da prova: O celular permite que você acesse materiais de estudo em tempo real e revise conceitos importantes antes de um exame ou apresentação. VEJA AQUI.

13. Como cronômetro: Aulas, exercícios, testes e apresentações vêm geralmente marcados por prazos, o que se torna mais com o cronômetro em mãos.

14. Para ler Livros Digitais: É sempre necessário utilizar livros e material de apoio para elaboração de trabalhos, seja na escola ou na Universidade. Existem aplicativos como Kindle que permitem ler livros e fazer anotações ao longo da leitura.

15. Como gravador: Com o celular pode-se gravar explicações do professor em sala para ser consultada posteriormente ou mesmo para trabalhos que requerem sons ou entrevistas. Nestes casos, lembre-se sempre de pedir permissão do professor para realizar a gravação.

16. Para descobrir recursos de estudo relacionados à lição: Entre muitas outras funções, o app deExamTime lhe permite procurar mais de 1,5 milhão de materiais de estudo criados por outros usuários.


17. Como scanner: Apesar de não oferecer a mesma qualidade que um scanner tradicional, a câmera do celular pode servir como um scanner temporário.

18. Como calculadora: Existem aplicativos que permitem realizar todas as operações próprias de uma calculadora científica.

19. Para editar vídeos: Além de gravar vídeos, também é possível editar, adicionando texto e efeitos. Perfeito para trabalhos.

20. Para editar imagens: semelhante ao anterior.

21. Para publicar no Blog da classe: Os blogs de classe são uma prática cada vez mais comum. Por meio do celular, podemos escrever e publicar artigos a qualquer momento.

22. Para acompanhar as visitas ao Blog: O Google Analytics nos permite consultar a qualquer momento a evolução do nosso blog educacional.

23. Para apresentações: Ao invés de usar pen-drives, pode-se armazenar o material no celular e conectá-lo diretamente a um projetor. Você já experimentou o modo de apresentação dos Mental Mapas de ExamTime?

24. Como controle remoto: Para passar de um slide para outro durante uma apresentação ou parar e reproduzir um vídeo, existem aplicativos que permitem que você use o celular como um controle remoto.

25. Para se comunicar com os alunos: Se um aluno deve comparecer à Secretaria ou à sala do Diretor, podemos nos comunicar com ele através de uma mensagem de texto.


26. Como biblioteca de fórmulas: O celular nos permite armazenar fórmulas matemáticas e tê-las sempre à mão. Existem apps específicos que contêm centenas de fórmulas matemáticas armazenadas.

27. Para controlar o ruído na sala de aula: Seu telefone celular pode dizer quando o nível de ruído ultrapassa os limites estabelecidos. App recomendado:  Too noisy.

28. Para falar com pais/alunos: Remind é um aplicativo projetado para enviar notificações aos pais e/ou alunos, sem a necessidade de se conhecer seus números de telefone ou divulgar o nosso.

29. Para localização em Mapas: Aplicativos como o Google Maps pode nos ajudar a nos posicionar especialmente nas aulas de História e Geografia.

30. Para twittar: Twitter é uma rede social que tem muitos usos educacionais, como notícias, dicas e informações.

31. Para estudar vocabulário: Em aulas de inglês (ou outras línguas), a aprendizagem de vocabulário desempenha um fator-chave. Os Flashcards são eficazes para esta tarefa e sua visualização por meio do celular é simples e conveniente.

32. Para acompanhar a frequência: Existem inúmeros apps que podem nos ajudar a manter o controle de frequência dos alunos.

33. Para avaliar os alunos: Outro uso do telefone muito popular entre os professores é o registrode todas as notas e avaliações dos alunos. Assim, podemos ter acesso e acompanhar a evolução do aluno a qualquer momento.

34. Como relógio: Se ainda não o faz, por que não verificar as horas em seu celular?

35. Para inspirar: Originalidade é uma das características mais desejáveis ​​em um trabalho ou projeto. No entanto, por vezes, os alunos podem sentir-se bloqueados. O celular fornece uma janela para o mundo onde eles podem investigar qualquer assunto e adquirir novas idéias.

36. Para compartilhar anotações ou material de aula: Muitos professores distribuem material de apoio em classe. No lugar de ter que preparar e distribuir cópias, com o celular é possível compartilhar materiais de estudo facilmente com toda a turma. Mais uma vez, o app gratuito de ExamTime lhe ajuda nesta tarefa!

37. Como quadro: Enquanto a maioria dos aplicativos que servem de quadro branco são otimizados para tablets, há alguns que podem ser utilizados a partir do telefone e permitem que você projete tudo o que você desenhar.

38. Para a previsão de tempo: Para os professores que gostam de dar aula ao ar livre, os aplicativos de tempo pode ajudar. Esses aplicativos também podem servir de lições específicas para explicar as condições climáticas em outras regiões/países.

39. Para medir a nossa produtividade: Existem apps tais como Time Recording Pro, que medem o tempo dedicado a uma tarefa específica. O que pode ser útil (para professores e alunos), quando temos um projeto específico para realizar em várias fases.

40. Para jogar: Muito se fala sobre o processo de gamificação de educação. Neste aspecto, o celular também nos auxilia já que há centenas de jogos educativos que podem ser aplicados em sala de aula, seja para reforçar o aprendizado de novas palavras ou o conhecimento de nomes de países, a opções são infinitas.

 

Esses 40 usos celular na sala de aula são apenas uma amostra das possibilidades que a aprendizagem móvel nos oferece hoje para enriquecer o processo de ensino. Compartilhe suas ideias com a gente!

8 comentários:

  1. Oi tia concordo plenamente podemos usar o celular de várias formas não só para usar redes sociais, idéias muito interessantes boa sorte com o seu blog viu VDC

    ResponderExcluir
  2. Professora Isabel, tô com muita saudade da senhora, aqui é o José Tobias do colégio Dáulia Bringel, queria agradecer por ter me ensinado e me mostrar o como é bom ,um futuro de estudos , a senhora foi uma grande professora pra mim e com certeza será para muitos outros alunos, por favor continue sendo essa professora legal e engraçada que todo mundo gosta. tchau bjs.

    ResponderExcluir
  3. Nossa que legal!! Foram citadas várias maneiras de se utilizar o celular de uma maneira produtiva na sala de aula. Muitos colegas não utilizam para aprendizado, e sim para usar redes sociais na hora da aula (prejudicando o rendimento escolar).
    Se usamos para esses fins teremos um melhor aprendizado, com certeza!!
    Lucas Pereira Rebouças
    Colégio Dáulia Bringel
    7° ano Manhã M2

    ResponderExcluir
  4. Oi tia Isabel, sou do Dáulia Bringel e com uma fala de toda a turma, falamos:estamos com muita saudade da senhora! Concordo que teríamos que usar mais a internet só que de um jeito mais educativo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Kauã! Que bom ter sua participação aqui no blog. Eu tb estou com muitas saudades de todos vocês. Grande abraço e volte sempre!

      Excluir